A Gfi e a RealDolmen, empresa líder no setor das Tecnologias de Informação na Bélgica e no Luxemburgo, anunciaram, no passado dia 23 de fevereiro, a assinatura de um acordo de transação ao abrigo do qual a Gfi apresentará, na Financial Services and Markets Authority (FSMA), uma oferta pública de aquisição, voluntária e condicional, em numerário, das ações da RealDolmen, por um valor de 37,00 € por ação.

Razão estratégica para a transação

A RealDolmen é um dos principais integradores de Tecnologias de Informação que suporta todo o ciclo de vida das TIC, combinando serviços de suporte em infraestrutura e aplicações, com ofertas de produtos. As suas principais áreas de atuação são os serviços de Consultoria de TI e de Negócios e o suporte de Negócios de TI, com foco nas PMEs. Com cerca de 1.250 profissionais altamente capacitados, a RealDolmen presta serviços a mais de 1.000 clientes na Bélgica e no Luxemburgo.

Com esta transação, a Gfi visa fortalecer as suas atividades nestes países, em linha com a sua estratégia de expansão internacional. Dependerá totalmente da equipa gestão e dos profissionais da RealDolmen o desenvolvimento de uma plataforma para o Benelux.

A Gfi pretende concentrar-se na continuidade do negócio e desenvolver ações conjuntas em ofertas de serviços, alavancando as soluções de ambas as empresas.

Principais termos da transação

A transação proposta é uma Oferta Pública de Aquisição (OPA), voluntária e condicional, paga em numerário para todas as ações em circulação e warrants da RealDolmen, a um preço de 37,00€ por ação e um preço equivalente por warrant.

O preço proposto de oferta por ação representa um prémio de emissão de 11% em relação ao preço de fecho da RealDolmen, a 22 de fevereiro de 2018, e um prémio de 22% e 28% em relação ao preço médio ponderado do volume das ações em 3 e 6 meses, respetivamente.

O preço proposto corresponde a um valor de transação de cerca de 196 milhões de euros.

A oferta está condicionada caso a Gfi detenha 75% do capital social totalmente subscrito da RealDolmen e mais de 75% dos direitos de voto. 

Em consonância com os seus deveres fiduciários e sujeito à revisão do prospeto da OPA, a proposta é apoiada por unanimidade pelo Conselho de Administração da RealDolmen.

Além disso, o Conselho de Administração dará a sua resposta formal à oferta pública de aquisição num memorando de resposta, de acordo com as disposições legais aplicáveis.

Um grupo de entidades e pessoas afiliadas à família Colruyt e QuaeroQ CVBA, os acionistas de longa data da RealDolmen que representam, em conjunto, 21,94% do capital social, efetuaram um compromisso com a Gfi de licitar as suas ações para a oferta. A RealDolmen não apresentará as suas 3.192 ações em tesouraria à oferta.

Após o encerramento da oferta, a Gfi prevê lançar um resgate simplificado das ações remanescentes (squeeze out) caso as condições sejam atendidas.

Comentários

"Com o apoio da liderança executiva da RealDolmen, a combinação das duas operações e a complementaridade da nossa oferta dá-nos a possibilidade de liderar o mercado de empresas de média dimensão na Europa", declarou Vincent Rouaix, Presidente e CEO do Grupo Gfi.

Para Henri Van Engelen, Presidente do Conselho de Administração da RealDolmen: "Após a transformação bem-sucedida da RealDolmen, estamos entusiasmados com a oportunidade de continuar o nosso caminho como membro de uma empresa europeia líder em serviços de TI. Isto permitir-nos-á alavancar na complementaridade da nossa oferta e aproveitar os pontos fortes da RealDolmen para atender a empresas de média dimensão. O preço oferecido representa um prémio significativo sobre o preço histórico das ações da empresa".

Marc De Keersmaecker, Diretor-Geral da RealDolmen: "Para os nossos profissionais, clientes e parceiros, a combinação destas forças abre portas a um novo e ampliado ecossistema internacional, permitindo que eles aperfeiçoem os seus objetivos, as suas ambições e o seu potencial".

Download

Palavras-ChaveAquisições

Artigos relacionados

Partilhar