Quando duas companhias de seguros de saúde decidiram unir forças e criar uma Sociedade de Seguros Mutualista, contaram com a experiência da Gfi para unificar os seus Sistemas de Informação (SI). Através de um modelo de transição suave, a Gfi foi eficaz na resposta a este desafio, ultrapassando os constrangimentos ao nível dos custos, tempo de implementação e gestão do risco.

Uma transformação eficiente e suave, garantindo uma fusão contínua

À luz dos objetivos futuros do grupo (de rápida expansão dos seus serviços, uma oferta de serviços inovadores, entre outros), e das elevadas expectativas sobre o futuro dos SI, fomos rápidos a apresentar umaabordagem única de reengenharia dos processos de TI que serviu de base ao novo Sistema de Informação unificado.

  • Desenvolvemos um plano de transformação, através da:
    • Definição do público alvo (convergência de processos e ferramentas dos dois mutualistas: plataforma ITSM – IT Service Management para gestão dos serviços de TI, e Service Desk);
    • Priorização por projeto;
    • Avaliação dos impactos organizacionais.
  • Formalização e implementação de novos processos (incidentes, pedido de serviço e de autorizações, pedido de alterações, nível de serviço, problemas e configurações)
  • Gestão do processo de integração com a ferramenta de ITSM, interligada com a solução de Business Intelligence (BI)
  • Acompanhamento e gestão da mudança de ambas as equipas.

A solução apresentada permitiu eliminar todos os obstáculos organizacionais e humanos, e anunciou muitas vantagens para a futura companhia de seguros principal:

  • Gestão da mudança através de uma visão partilhada das estruturas atuais e futuras;
  • Implementação generalizada das melhores práticas: uniformização dos processos, gestão do desempenho e da qualidade do serviço prestado (indicadores, plano de melhoria contínua);
  • Implementação de uma ferramenta de ITSM única e flexível, e incorporação de uma equipa com conhecimentos sobre a sua gestão e utilização;
  • Aumento da produtividade e da autonomia da equipa: 20% de redução dos custos relativos à gestão dos serviços; 40% de redução dos custos de suporte externo; redução de 30% no número de incidentes devido à integração de uma equipa de coordenação e auto atendimento (Self-Service);
  • Qualidade e fiabilidade do serviço prestado (através de uma melhor gestão das atualizações e alterações) e uma redução de 20% no número de incidentes;
  • Relação de proximidade da equipa da Gfi.

A relevância e eficiência da Gfi neste projeto é baseada num conjunto de valores acrescentados.

A abordagem global da Gfi

Temos experiência comprovada nas diferentes áreas de negócio: 

  • Consultoria (auditoria, plano de transformação, modelo de governo, desenvolvimento de casos de uso / avaliação financeira, formação, comunicação, gestão da mudança), através dos nossos consultores competências ITIL e em ferramentas de ITSM;
  • Implementação de processos com base nas competências técnicas;
  • Competências de integração de soluções de BI;
  • Domínio dos padrões ITIL e ISO 20000.

A capacidade de apoiar o cliente

Centrada na gestão da mudança, a nossa abordagem garantiu a aceitação e apropriação de algumas práticas por parte do cliente:

  • Avaliação do sistema atual com base em três eixos (documentação, manutenção e análise in situ), monitorizando o plano versus o real;
  • Preparação de um plano com um conjunto de recomendações, a fim de promover, numa fase inicial, o trabalho em equipa entre as duas empresas;
  • Desenvolvimento de um plano de melhoria contínua;
  • Implementação gradual, dividido por diferentes etapas. 

A nossa experiência

As nossas referências, o feedback dos clientes e o conhecimento que detemos do setor dos seguros, garantiram a confiança de ambas as seguradoras na Gfi. Com experiência em liderar processos de fusão, fomos capazes de demonstrar grande neutralidade em relação às entidades envolvidas. 

Palavras-ChaveSiSegurosProteção SocialTI

Partilhar